Imagem do artigo

Testes psicométricos: o que você precisa saber para se sair bem em uma entrevista

Nunca subestime a importância da personalidade…

Para várias empresas, encontrar o candidato certo para uma função envolve mais do que simplesmente contratar alguém com experiência e habilidades certas. Uma demonstração de sua habilidade numérica e verbal, bem como de sua personalidade e como isso se encaixará na equipe existente, é uma grande parte do processo para uma tomada de decisão.

Uma maneira de avaliar isso é o teste psicométrico. Mas o que é esse teste? E como você pode se preparar melhor? Para ajudar, reunimos alguns fatos.


O que é um teste psicométrico?

Os testes psicométricos permitem que os empregadores testem objetivamente os candidatos, não com base em seus antecedentes ou experiências anteriores, mas avaliando sua personalidade, aptidão e inteligência em geral.

Semelhante às entrevistas baseadas em competências, nem sempre há respostas certas ou erradas para a maioria dos testes psicométricos.

Eles simplesmente exigem que você responda da melhor maneira possível.
 

Por que os empregadores usam testes psicométricos?

Seja para avaliar o desempenho de um candidato em uma posição voltada para o cliente ou para garantir que um novo funcionário seja adequado para a equipe, a personalidade geralmente desempenha um papel importante no processo de recrutamento.

Em vez de depender apenas de entrevistas regulares, onde o nervosismo de um candidato pode contar contra ele, os testes psicométricos são uma forma de avaliar a personalidade, perguntando como você se comportaria em determinados cenários.

E, como todos os candidatos são avaliados com os mesmos testes e as mesmas condições, isso permite que os empregadores façam comparações diretas de como as tarefas diárias podem ser realizadas usando uma avaliação completamente nivelada.


Que tipos diferentes de testes psicométricos existem?

Existem dois tipos principais de testes psicométricos: testes de capacidade (também conhecidos como testes cognitivos ou de aptidão) e testes de personalidade comportamental.
 

Testes de aptidão

Geralmente realizados no início do processo de entrevista, testes de aptidão ou habilidade são usados ​​para avaliar o desempenho de um candidato em determinadas tarefas que podem ser necessárias para a função.

Isso geralmente inclui raciocínio lógico. Eles são estritamente cronometrados e geralmente são de múltipla escolha. Os resultados são padronizados, o que significa que frequentemente serão comparados com outros candidatos que concluíram os testes exatamente nas mesmas condições.

Exemplos de testes de aptidão incluem:

  • Testes verbais
  • Testes numéricos
  • Testes escritos de comunicação, ortografia ou pontuação
  • Testes de raciocínio 
 
Aqui estão algumas das nossas principais dicas para testes psicométricos baseados em habilidades:

  • Veja a descrição do trabalho - Quais atributos são destacados como mais importantes? Se for preciso ter excelente habilidade de comunicação por escrito, por exemplo, há uma boa chance de ser solicitado isso a você, portanto, verifique se está preparado adequadamente.
  • Prática, prática, prática - Existem vários testes gratuitos disponíveis para ajudá-lo a se preparar para algo que você pode ver na entrevista. Preencha quantas forem necessárias para que você se sinta à vontade e sinta-se confiante quando chegar a hora.
  • Seja honesto - Se você tiver algum ponto que lhe preocupe em um desses tipos de teste, entre em contato diretamente com o empregador ou solicite um método de teste alternativo durante a avaliação.
  • Leia as perguntas completamente - Quando você estiver preenchendo a avaliação, sempre leia novamente a pergunta e não se apresse. Caso contrário, você poderá perder uma informação vital.
 
Testes de personalidade

Os testes de personalidade são usados ​​para ajudar a prever o comportamento de um candidato em um contexto ocupacional. Os empregadores podem buscar mais informações sobre os traços de caráter de um candidato e como eles se encaixam no negócio.

Como não há respostas corretas definidas para as perguntas usadas nos testes de personalidade, elas geralmente exigem menos preparação do que outros tipos de testes. O recrutador simplesmente quer que você responda honestamente e faça uma boa representação de como você se sairia em cada situação.

Aqui estão algumas das nossas principais dicas para testes psicométricos baseados em personalidade:

  • Seja você mesmo - Não há respostas corretas, e o que pode ser uma resposta desejável para um empregador pode não ser para outro. O melhor que você pode fazer é responder honestamente e fazer o seu melhor.
  • Não seja muito neutro - parte de responder honestamente não é ter medo de dizer algo errado. Muitos candidatos optam por jogar com segurança com certas perguntas e acabam não ajudando suas personalidades a se destacarem.
  • Não preveja - Infelizmente, não há como prever o que um recrutador realmente deseja. Mantenha o foco nas suas próprias respostas e motivações o tempo todo e não fique tentado a dizer o que você acha que um recrutador quer ouvir.
  • Não entre em pânico - testes psicométricos não serão suficientes para ganhar ou perder um emprego. Eles ajudam a informar o empregador sobre como você se encaixaria na empresa e a criar um perfil de sua personalidade.
 

Por fim, lembre-se sempre de que, embora os testes psicométricos visem ajudar a vender-se a um empregador, eles nunca trabalham isoladamente. Certifique-se de estar preparado para o restante da entrevista e de todas as possíveis perguntas que possam surgir.

E, o mais importante, relaxe. Com toda a preparação certa e um pouco de confiança, os testes psicométricos não precisam ser algo para se preocupar.